Blog da Pands

01/11/2006

SOBRE AS DECISÕES



Já me enchi de ter que tomar tantas decisões na vida. Eu sei, dizem que a vida é uma escolha, e o que nos diferencia dos cachorros é nossa capacidade de escolher entre o bem e o mal. Mas com o passar do tempo, a quantidade de coisas que temos que escolher, as situações que nos aparecem para tomar decisões são tantas - um verdadeiro bombardeio, que estou pensando seriamente em passar todas essas decisões para os cachorros. Eles que decidam!

Onde vamos no final do ano? Caso ou compro uma bicicleta? Qual prato escolher no cardápio? Boazinha ou Seleta? Devo falar com esse ou com aquele? Troco ou não troco de carro? Faço ou não faço tal trabalho? Em quem votar? Mando à merda ou deixo pra lá? Sei lá, liga pro meu cachorro e pergunta!

Sou amante da dúvida, nunca gostei de tomar decisões. Prefiro ir no embalo. Mesmo porque as coisas mais legais da vida são aquelas que aparecem naturalmente, surpresas que cruzam o caminho, ventos que levam pra lá ou pra cá. Se é algo que exige uma decisão, nunca é tão legal. Tá certo que na infância é uma merda, não se pode decidir nada, os pais é que decidem e não há o que se possa fazer – embora hoje em dia acho que, tomadas as devidas proporções, mais vale uma criança frustrada do que um moleque mimado. Daí vem a adolescência e abre-se aquele puta horizonte, mas adolescente vive em grupo e tem sempre alguém pra tomar decisões pros outros. Então é fácil, passei minha adolescência inteira no oba oba, não decidia nada. Só não podia me abster de escolher os amigos certos, que isso é fundamental. Aí era só soltar o freio de mão.

Daí pra frente, meu amigo, é só decisão que aparece na sua frente. Não tem mais ninguém pra escolher por você. Isso é bom? Claro que é, é o princípio da liberdade. O problema é que 90% dessas situações que exigem uma decisão são 100% cretinas. Situações cretinas. São todas as picuinhas da vida cotidiana clamando por uma resposta, minúsculas pentelhações tentando ocupar todo seu tempo. Aí já não tem mais nada a ver com liberdade, fica mais pra escravidão. Todas essas coisas que temos que decidir diariamente tornam a vida insuportável.

Ontem mesmo estava com um merdalhão desses na minha frente. Negócio de trabalho, tinha que escolher entre uma coisa ou outra e não sabia o que fazer. Liguei pra um amigo, muito mais sábio que eu, que me respondeu, sei lá, cara, faz aí o que você quiser. Liguei pra uma amiga e ficamos horas discutindo. Pura perda de tempo. Só no final da conversa me veio uma luz, foi exatamente quando pedi a ela que resolvesse a parada pra mim. O que você me disser, eu faço e tá resolvido. Daqui pra frente vai ser assim, Fernanda, vou passar todas as decisões da minha vida pra você, tá bom assim?

Ela decidiu a picuinha de ontem. Mas obviamente, se esquivou da ingrata tarefa de ter que resolver todas as outras encrencas da minha vida. Minha agenda de telefones está cheia, então me deu também um certo alívio de saber que sempre terei alguém para recorrer. Mas também não posso ficar enchendo o saco de todo mundo com as minhas cretinices. Melhor mesmo é um cachorro, que não reclama. Quer saber, melhor mesmo é um macaco. Comprar um macaco pra tomar essas decisões. Chega dessa história de contratar uma assistente pra trampar comigo aqui no estúdio. Pra que preciso de uma assistente? Vou é comprar um macaco, um gorila. Vou botar o gorila sentado aqui no sofazinho e ele que se vire. Minha vida vida vai ser muito melhor.

Escrito por cg às 17h21

 ]  [ Envie esta mensagem ]

31/10/2006

PEQUENO PÔNEI UNCUT

Escrito por cg às 12h22

 ]  [ Envie esta mensagem ]

30/10/2006

HQ DO ZAPPA

O mestre Fabio Massari está preparando um livro sobre seu grande ídolo, Frank Zappa. Massari já entrevistou o cara uma ou mais vezes, não me lembro, e sabe tudo sobre o saudoso Zappa. Pra quem gosta (como eu), vai ser prato cheio. Sabendo disso, o Massari me pediu uma HQ pra entrar no livro. Convite irrecusável. Trabalho legal pra brother. Então aí vai a HQ, em primeira mão.

Escrito por Caco Galhardo às 16h57

 ]  [ Envie esta mensagem ]